REINTEGRAÇÃO JÁ.

                     

domingo, 9 de dezembro de 2018

14 CHAVES.


     Se não todos, a maioria dos irmãos de farda se preocupam com a demora que sutilmente é empurrado de guela a baixo em nós pm's excluídos sem processo nas décadas de 70, 80 e 90 dos quadros efetivo da PMRN.

     Particularmente, eu, não tenho essa preocupação, vejo com outros olhos, isso por que vejo um pouco à frente; o resultado de décadas de espera, angústia e esperança nos dá mais "pés no chão" para entender as má vontade de uns, ás pirraça de outros e a boa vontade daquele(a)s que torcem e nos apoiam nessa luta desigual.

     Me preocupo sim com o resultado final no processo por que na teoria essa é a última oportunidade, já que; passamos por processos administrativos, judiciais e por último agora a "anistia" do que não fizemos. Anistia é o perdão do que nós "vitimas" não fizemos.

     O Estado do RN, deveria se interessar mais por esse nosso projeto de anistia, a PMRN deviria ser a primeira a puxar esse bonde que "limpa" a macha do que não fizemos e "limpar" a vergonha de uma instituição que prima pela "coisa certa".

     Inerte estão ambos (Estado do RN e PMRN), e deveriam "ambos" estarem muito preocupados em consertar as besteira que os Oficiais fizeram e o Comando Geral chancelou e o chefe do executivo (Wilma, Rosalba e Robinson) vem empurrado pra debaixo do tapete; são todos culpados quanto, a vítima somos nós os que fomos excluídos de forma ilegal e imoral.

     Todos sabem que não tenho papas na língua e não temo paidégua nenhum e me colocaram à frente desses soldados para buscarmos juntos a nossa justa e merecida vitória, e se não vier? Bom, não posso postar aqui as consequências para quem nos excluiu e para quem vergonhosamente tentam impedir o nosso retorno, eu, se postar o planejado ou parte dele, seria trancado a 14 chaves pro resto da vida.

     Por Deus, sei que, queria ver os meus netos crescerem mas em 1986 jurei defender a justiça mesmo com o sacrifício da própria vida e juramento é eterno, e, não havendo essa única saída, nessa última oportunidade dada ao nossos carrascos; Deus tenha pena de nossas almas.
    
    

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

HAVERÁ PRORROGAÇÃO?

   A PMRN, continua com a brincadeira de "brincar" com a vida das pessoas; brincou quando excluía  os seus soldados a bel prazer nas décadas de 70, 80 e até 1995 quando, de fato e de direito houve a primeira exclusão obedecendo os princípios constitucionais de ampla defesa e contraditório.

     Trouxemos a nossa batalha por reconhecimento e buscando conduzir o Estado do RN no caminho certo, não se pode cobrar o "certo" se fizeram errado e continuam fazendo errado. Dizem que o responsável para assinar o parecer que dizem já está pronto sofreu um acidente e só vem uma vez por semana ao quartel.

     Até os 45 minutos do segundo tempo, nós, traremos nossa luta dentro da Lei e ordem, não atacamos, não apontamos os culpados apesar de estarem relacionados, não procuramos os nossos algozes e não pegamos em armas. Até os 45 minutos do segundo não haverá desgraça. Paciência tem limite! Até o cara mais pilantra sabe disso Rashid

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

NOTÍCIAS DA ASSEMBLEIA


  Haverá "hipoteticamente" para se fazer justiça a necessidade de apelar para a luta armada? A justiça deve ser feita a qualquer tempo e a qualquer preço. 

     Por Sd Glaucia
     Ao entrar na Corporação Policial Militar, o ingressante realiza o compromisso de “cumprir rigorosamente as ordens das autoridades a que estiver subordinado e dedicar inteiramente ao serviço policial militar, à manutenção da ordem pública e à segurança da comunidade, mesmo com o risco da própria vida”

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

PEDIDO DE ANDAMENTO E INFORMAÇÃO.

    Existe uma dificuldade natural em falar com os setores responsáveis por darem andamento ao nosso processo de anistia, dentro do comando geral da PMRN, acredito ser por falta de dinheiro mesmo e manutenção das linhas telefônicas dos setores responsáveis. 

     Todavia após tentar por dias e hoje ligar para todos os telefones Tel PMRNl  TEL PMRN2  e tentar em outros telefones passados por setores internos ainda em funcionamento como a Cb Glaucia e outros, e, saber também da necessidade de agilizar o processo, tendo em vista o fim próximo do governo atual e aproveitar todo o trabalho feito junto ao mesmo, parlamentares e colaboradores.

      Para também evitar uma uma viagem a Natal, pedi, ao comando geral, via e-mail, uma providencia no tocante a atual e oficial posição do nosso processo de anistia. Um boletim de voto tem mais força que um tiro de espingarda. Abraham Lincoln