REINTEGRAÇÃO JÁ.

                     

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

A V I S O - EX PM RN, Os ofício da CMM Câmara Municipal de Mossoró, com o apoio total daquela casa que representa a cidade de Mossoró, foi enviado ontem dia  28 de fevereiro de 2012 para a Governadoria e Assembléia Legislativa de Natal, amanhã estarei com Jadson, presidente da APRAM para ver o dia que iremos à Natal para protocolar os pedidos de documentos dos ex-praças para com esses documentos em mãos formular-mos o processo administrativo  junto ao comando geral da PM e para aqueles que desejarem o fazer também via judicial, lembramos que qualquer decisão que for ser tomada será consultado em reunião como da ultima vês na sede do 2º BPM. Relembramos que teremos três frentes rumo a reintegração, a administrativa por parte do Governo do Estado (governadoria) que pode a qualquer tempo rever seus atos eivados de vício que é o nosso caso, por projeto de Lei (assembléia Legislativa) e as vias judiciais que já sabemos que perdemos em primeira instância pois os desembargadores sofrem e aceita pressão política e se o Governo de Rosalba negar administrativamente vai determinar a presidência do TJRN que negue e eles vão obedecer só que também é sabido que recorreremos ao supremo e em no máximo cinco anos estaremos reintegrados e com os bolsos cheios de dinheiro isso é fato que se conforma com o precedente do soldado Balbino que já esta fardado e irá em breve a reserva. Lembramos novamente que existe nosso compromisso de não optar por valores retroativos que temos direitos a receber ser formos reintegrados administrativamente, ou seja, estamos prontos aguardando o convite para irmos a Natal acompanhado por uma comissão da CMM  Câmara Municipal de Mossoró e espero e acredito ter boas notícias em breve pois acredito que o Governo de Rosalba Ciarline não será cúmplice das atrocidades e desmandos das sobras da ditadura militar que impregnavam os quartéis nas épocas de 1980 e 90. Eu acredito totalmente em Deus e parcialmente nas Leis mas a Justiça é infalível.   

Postar um comentário