REINTEGRAÇÃO JÁ.

                     

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

DITADURA COM OS DIAS CONTADOS

PRESIDENTE DILMA VETA PORTE DE ARMAS PARA AGENTES PRISIONAIS

          A presidente Dilma Rousseff, em mais uma manifestação de autoritarismo, vetou integralmente, “por contrariedade do interesse público”, o Projeto de Lei 87/2011, que alterava o Estatuto do Desarmamento autorizando porte de arma, mesmo fora de serviço, a agentes e guardas prisionais, a integrantes das escoltas de presos e guardas portuários. O veto foi publicado nessa quinta-feira no Diário Oficial da União. A presidente justifica que a ampliação do porte de arma fora de serviço “implica maior quantidade de armas de fogo em circulação, na contramão da política nacional de combate à violência”. “A presidente eleita Dilma Rousseff cuidava junto com outros dois militantes do arsenal da VAR-Palmares, organização que combateu a ditadura militar (1964-1985). Entre os armamentos, havia 58 fuzis Mauser, quatro metralhadoras Ina, dois revólveres, três carabinas....” Folha de São Paulo em 20/11/10. Isso mostra que aqueles que um dia pegaram em armas para defender uma ideologia, agora negam que o cidadão tenha e porte uma arma para defender sua vida, sua família e seu patrimônio contra aqueles que, como todos sabemos, não obedecem a lei. Para o governo federal, os próprios agentes do Estado não merecem confiança e são tratados como criminosos em potencial. Ao vetar integralmente uma lei amplamente discutida e aprovada pela Câmara e Senado fica provado que a democracia verdadeira não vale nada contra a ideologia do desarmamento presente naqueles que estão cercados por seguranças muito bem armados. Chega de hipocrisia. Para enviar o seu protesto, sempre com educação e lembrando que gostemos ou não ela é presidente do Brasi. POIS BEM, votei em Dilma a pedido de Lula o qual quando pobre pegou muita carona com meu irmão de SBC para SCS. Presidente Dilma a Senhora esta  enxugando gelo com relação ao assunto acima, nós brasileiros optamos por portar armas de fogo e não será este ato de ditador que vai impedir nós, o povo brasileiro de ter direito a se defender "a defesa pertence a cada um e não ao Estado" mesmo por que as forças constituídas são incompetentes para fazê-lo. Um conselho, evite uma guerra civil por que ela é eminente nós queremos e precisamos de armas para nossa defesa se não nos derem o direito presidenta nos vamos tomar e ai todos nós perdemos, principalmente o Brasil. Teremos armas de fogo sim, se legal ou não é o que menos importa. Presidenta, olhe para história e evite um levante popular. O motivo em vermelho acima é um insulto a inteligência da população brasileira, presidenta, der-se ao respeito 
Postar um comentário