REINTEGRAÇÃO JÁ.

                     

quarta-feira, 20 de março de 2013

INTERDIÇÃO DA MARIO NEGOCIO EM MOSORÓ

foto www.ocamera2.com.br -  O competente e um dos poucos Magistrado ao qual respeito por suas decisões no trabalho que o mesmo escolheu e que não é fácil o Dr Vagnos Kelly, hoje à frente da 1ª vara criminal na cidade de Mossoró-RN, Mandou interditar a PAM, a nossa malfadada Mario Negócio, na ação por iniciativa da 14ª Promotoria, foi dado prazo de 90 dias para as adequações necessários para que aquele Purgatório tome tento. ("segurança pública" dever do Estado, direito e responsabilidade de todos). Baseado no testo Constitucional acima e considerando que o Estado esta falido com relação a segurança e considerando que já chamei a atenção dos leitores onde aponto uma das soluções para este caos generalizado essa prisão domiciliar da população desta cidade  que escolhi para viver, seria o Judiciário chamar para si a responsabilidade. Parabéns ao Magistrado essa sua toga merece na sua pessoa os meus respeitos. - Só mais um adendo ao assunto, fui convidado a falar sobre o assunto a um grupo de pessoas e me dado a palavra e após os meus cumprimentos perguntei aos homens presente "quem aqui sem mentira e para que eu possa direcionar os meus deficientes conhecimentos nesse lucrativo comércio que muitos conhecem como segurança pública, por favor. Quem dos senhores possuem uma arma de fogo em casa para a sua defesa e de sua família. De 39 homens presentes fis questão de contar 34 mãos levantadas e quando perguntei quantas dessas armas estão legalizadas e apenas 4 mãos permaneceram apontadas ao teto. Assim em minhas palavras e com muito cuidado disse ""os senhores já tem uma das soluções e no momento a única para resolver este estado de sitio que estamos, armar a população é a curto prazo uma solução para a insegurança pública deste Estado. Estamos armados inseguros procurando justiça e para quem entende de Segurança Pública eu posso chamar isso de 'bomba relógio' e para evitar uma ação da população é que Eu aponto como uma solução mais viável a (tomada de poder) do Estado pelo Poder Judiciário, isso claro baseado na total incompetência do poder público para gerir esta longa e interminável crise. Mais uma vez parabéns ao Magistrado que esta tomando a responsabilidade para si evitando neste momento que a população o faça. Eu ainda acredito na Justiça.      

Postar um comentário