REINTEGRAÇÃO JÁ.

                     

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Mau ou mal entendido?

       Matéria do G1. - A mãe da criança defendeu o médico - "Ele me atendeu muito bem. Ele tratou meu filho super bem, porque tem médico que nem olha na cara da mãe e nem da criança. Ele me explicou direitinho como dar o remédio, disse ainda que a quantidade de gotas é definida a partir do peso da criança. Ele prescreveu 40 gotas, mas foi apenas um erro. Ele me disse exatamente o que eu deveria fazer, que era para dar apenas 10 gotas", disse. - Pois bem, o que eu vi aqui foi o espirito de porco de uma médica brasileira muito mau acostumada e a malandragem de um vereador querendo se promover as custas de uma situação embaraçosa e na outra ponta a imprensa sensacionalista que não perdeu oportunidade de se aproveitar de uma fato isolado e mau compreendido.  

Postar um comentário