REINTEGRAÇÃO JÁ.

                     

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

O esperado aconteceu, saiu a sentença.

Por tais considerações, julgo 

IMPROCEDENTE

          o pedido formulado à inicial, reconhecendo a prescrição da pretensão autoral, extinguindo o processo com resolução de mérito, nos moldes do art. 269, IV, do CPC.
Deixo de condenar os demandantes ao pagamento de custas processuais e honorários advocatícios, face a litigância sob o pálio da assistência judiciária gratuita. Decisão não sujeita ao reexame necessário, transitada em julgado, arquivem-se com baixa na distribuição. Intimações de praxe.
Publique-se.
Registre-se.

Mossoró/RN, 13 de agosto de 2014.
Pedro Cordeiro Júnior
Juiz de Direito

Como eu já havia publicado e já sabia dessa sentença mesmo por que já assisti esse filme, os nossos advogados foram avisados desse calote público legalizado mas imoral e temporário e já estão providenciando o recurso junto aos Desembargadores em Natal e claro será também negativo, reafirmo somente o STJ vai reconhecer o direito que temos a Constituição será cumprida para o bem de todos e felicidade geral da nação.
Postar um comentário