REINTEGRAÇÃO JÁ.

                     

quarta-feira, 22 de junho de 2016

INTOCÁVEIS.

     Já começou errado pela a escolha do nome desta operação, "operação intocáveis" Esse excelente filme gira em torno de um "gângster" que foi preso por contrabandear e vender bebidas alcoólicas em desobediência a "lei seca", filme do ano de 1987 de Brain De Palma o criminoso era Al Capone. Nada, absolutamente nada a ver com essa operação de hoje.

     Eu batizaria essa operação de "entre dois mundos" foi um fiasco de bilheteria mas não prejudicou a vida nem a imagem dos envolvidos nesse milionário filme. A imagem e honra é nossa, inviolável e intransferível.

     Acusados de crime de pistolágem e preventivamente presos por 30 dias, sob forte aparato policial e até aeronaves, parecia mesmo outro mundo, realmente estamos entre dois mundos. Entendo eu que as corregedorias tenham competência para investigar e levar a justiça qualquer um de seus membros. Óbvio que deve ter existido uma investigação e que gerou todo esse constrangimento imoral e dentro da lei.

   Outro relevante detalhe é que os militares já estão presos e o comando geral frisou "são acusados e terão todo direito a defesa", defesa essa que nós "EXPMRN" nunca tivemos, Os cinco militares são acusados de pistolágem e nós éramos acusados de que? "falta ao serviço, atraso de 5 minutos, trabalhar em outro local pra complementar a renda, não cumprir uma ordem absurda de um oficial" não ir ao comercio local pedir bebida e carne para festa de oficiais" e outros crimes gravíssimos que cometemos como esses que citei acima.

     Ouvi vários áudios e dentre eles posso destacar o do Major Rodrigues e da Doutora Katia Nunes que já estão na defesa dos militares preventivamente presos hoje. Está absolutamente correto, todos tem direito a defesa mas, nós nunca tivemos. Nós EX PM RN fomos acusados, condenados, e a sentença foi a maior possível e, ninguém nós defendeu, fomos excluídos sem direito a defesa e sem o contraditório e, ninguém, absolutamente ninguém nos defendeu.

     Vale salientar que outros que foram acusados desses crimes de pistolágem, no decorrer do processo, foram inocentados, segundo a Dra Katia, gente da gente e competente até a tampa. Doutora defenda esses bravos soldados, essa prisão dentro da Lei é imoral. E se no fim do processo, de fato e de direito os PM's tenham praticados crimes de pistolagem, que pagem dentro da Lei e com todas as defesas que nós EX PM RN, nunca tivemos.

     Tenho que dizer como jornalista que sou, como instrutor credenciado que sou e principalmente como cidadão que sou, O Policial Militar é posto a prova todos os dias e de todas as formas e cabe ao verdadeiro Policial Militar de vocação não aceitar o primeiro gole desse whisky  de Al Capone e nem achar que não será preso quando viaja entre dois mundos. Deixo claro; Os PM's já foram escrachados, é um dano irreparável e se não houver condenação, quem vai pagar por ferir de morte a honra de um Soldado Policial Militar.

   Quanto a nós Policiais Militares, excluídos ex ofício dos quadros efetivo da PM RN, sem nenhuma defesa e sem a brilhante Doutora Kátia Nunes, sem Major Rodrigues sem a APRAM para nos defender, quem vai pagar por essa arbitrariedade praticada pelo Comando Geral da Policia Militar do Rio Grande do Norte. A única reparação para tão grave crime é a nossa Anistia. "Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros." Che Guevara     
Postar um comentário