REINTEGRAÇÃO JÁ.

                     

terça-feira, 2 de maio de 2017

FAZES DO CRIME.

     Prometi a agradecer a cada mil acessos e estou aqui, muito obrigado aos 4 amigos 16 colegas e um montão de conhecidos que ajudam o nosso blog a chegar a esta meta.

    Estes post é para falar e entender sobre as fazes do crime, a partir de quando se pode punir quando da prática de um crime, vejamos.

     1 - Faze interna ou cogitação. Não há preparação e o crime existe apenas na cabeça do provável autor.

      2 - Faze externa ou preparação. Nessa faze não há prejuízo ao bem jurídico e não existe o verbo definição e portanto não será punido.

   3 - Execução. Nesta etapa existe o fato típico e portanto aplica-se a pena que prevê a Lei, mas existe uma fronteira entre atos preparatórios e execução, assim como segue: - Um resumo ao meu ver.

     Existe uma tal de excitação ao crime entretanto, é de 1940 e como o decreto de prescrição de 1932 não se sustenta em resumo é coisa de medroso mesmo, "não cola". 

     Posso pensar, cogitar, planejar e até aqui o braço da Lei não deve me alcançar. Estando eu atrás de uma arvore ainda não posso ser punido, se três meses antes coloquei um fuzil fal 7,62mm, escondido nessa arvore e não fui visto, ainda não serei punido e assim fica quase que impossível se separar os atos preparatórios dos executórios. 

     Para as vítimas é uma vantagem e para os acusados seria como uma espada sobre suas cabeças. Então meus amigos vamos passo a passo, a contenção está em campo nas pesquisas e, O maior crime que um cidadão pode cometer contra a sociedade e a justa democracia é a idolatria a seus lideres políticos. Capuano Thiago
Postar um comentário